Grupo Brício

Responsabilidade Social

Contribuindo para uma sociedade mais justa, o Grupo Brício tem uma preocupação especial com o bem estar da comunidade em que atua. Nas dimensões interna e externa, o Grupo Brício tem o compromisso de melhorar a coletividade, cumprindo seus deveres e obrigações.

Com o seu público interno, o Grupo Brício adota práticas socialmente responsáveis relacionadas à gestão de recursos humanos, saúde e segurança no trabalho. Adota práticas de recrutamento e seleção de pessoas não discriminatórias, igualitárias e responsáveis; preocupação com a saúde ocupacional, adotando, entre outros, a ginástica laboral, no sentido de prevenir doenças relacionadas à execução do trabalho; equilíbrio entre vida profissional e pessoal.

Contribui com instituições como (e não apenas) Grupo de Escoteiros, Asilo e APAE. Patrocina eventos relacionados à filantropia, principalmente aqueles ligados às ações religiosas. Investe na cultura, a exemplo da fabricação e distribuição de 8.000 marcadores de página divulgando a obra de um renomado poeta local: Assuero Cardoso.

APAE – Lagarto

O Grupo Brício colabora e é amigo da APAE, através de contribuições mensais, promoção de ações em diversas áreas e doações diretas, como a doação e instalação da piscina e o estacionamento.

A APAE Associação de Pais e Amigos de Excepcionais foi fundada em Lagarto em 1987 e desde então, tem melhorado sua estrutura e atendimento, contudo, as dificuldades são enormes. Apesar de ter sede própria, a sua estrutura física está necessitando melhorias para maior adaptação do espaço às necessidades das pessoas assistidas pela instituição. A APAE funciona graças à boa vontade de pessoas e empresas que se solidarizam com a instituição, já que os convênios existentes são insuficientes.

Neste contexto, entra, entre outras empresas, o Grupo Brício, que desde 2004 colabora e é amigo da APAE, através de contribuições mensais, promoção de ações em diversas áreas e doações diretas (como a doação e instalação da piscina). Em Janeiro de 2009 o Grupo Brício disponibilizou em forma de comodato à APAE um terreno de 330 m2 no centro da cidade, no qual criou um estacionamento e um grande mural de propaganda, cuja renda é totalmente revertida para aquela instituição. Em 2013, o Grupo Brício adquiriu e cedeu em regime de comodato à APAE uma Kombi para transporte dos alunos. Além disso, de Janeiro de 2008 a Dezembro de 2013 teve como presidente o empresário Charles Brício, diretor comercial do Grupo Brício.

No âmbito social, o Grupo Brício sempre se integra às comunidades onde atuam suas empresas, juntando-se à causa social e promovendo diversas ações próprias, em parcerias com outras instituições ou através de patrocínios, como o projeto Natal Criançada Feliz, realizado pelo Grupo Brício na cidade de Simão Dias, que desde 2006 leva o papai Noel a presentear crianças carentes da cidade; projeto Mochila Nova, através da doação de material escolar, na qual o cliente compra um material novo e, ao deixar o seu produto usado, tem desconto; parceria com a Escola de Ballet Allegro, através da qual são disponibilizadas bolsas a alunos carentes, Projeto Dançando e Cantando Com o Vento, em parceria com a Casa da Amizade (Rotary Club de Lagarto) e Asplag (Associação dos Servidores Públicos de Lagarto), entre outros.

www.apaelagarto.org.br

Fundação Cultural Charles Brício – Mais que um sonho, um objetivo

Responsabilidade social faz parte do Grupo Brício. Sempre envolvida com o desenvolvimento educacional, intelectual e profissional das comunidades onde está inserido, o Grupo Brício investe em ações visando um futuro melhor e acessibilidade para jovens e adultos, dando ampla oportunidade de qualificação e interação social.

O Grupo Brício está no mercado há mais de 30 anos, atuando na região centro sul do estado de Sergipe.

No início de 2008, o Grupo Brício fez a aquisição de um espaço para incentivar as atividades culturais da cidade de Lagarto.  Em 16 de setembro de 2008 foi realizada a inauguração do Espaço Cultural Charles Brício. Três dias de muita comemoração, com participação das várias manifestações existentes em nosso município e no Estado, com apresentação da Orquestra Sinfônica de Sergipe, Filarmônica Lira Popular de Lagarto, SEC Banda, grupos folclóricos, escolas de ballet, teatro e show artístico com a cantora sergipana Amorosa.

O pensamento inicial era formar um ambiente no qual os seus usuários pudessem encontrar boa música, artes plásticas, literatura e várias manifestações artísticas. Após algum tempo, observou-se a necessidade de abranger toda a comunidade. A partir dessa necessidade, ainda em 2008, iniciado o processo de criação da Fundação Cultural Charles Brício, com a colaboração de admiradores das artes e da cultura, com o objetivo de formar parcerias para fortalecer e tentar manter viva a nossa cultura, a nossa memória.

Em 18 de abril de 2009, aconteceu o lançamento da FCCB – Fundação Cultural Charles Brício, com apresentação dos conselheiros e diretoria.

E hoje já podemos ver a participação, elaboração e colaboração em grandes projetos na cidade de Lagarto, tais como Festival da Mandioca, Encontro Cultural, Conferência Municipal de Cultura, exposições, e assessoria cultural para instituições públicas e privadas, levando informação, parceria financeira e apoio. Participa de eventos regionais e interestaduais.

Além de protagonizar grande papel na cultura lagartense, a Fundação Cultural Charles Brício possui dois prêmios de reconhecimento ao atores que colaboram com a continuidade do nosso patrimônio imaterial e material: o Prêmio Mestre Gerson, valorizando os sabedores da cultura popular e o Prêmio Lacertos, as instituições que abrilhantam o desfile cívico de 07 de setembro.